Pedro, O grande – Rússia

A partir de hoje trarei ao meu blog, com base no livro 1001 dias que abalaram o mundo, datas importantes para a história mundial. Claro, como estou me baseando neste livro não quer dizer que todos os dias, a partir de hoje, eu postarei; porque não parei pra fazer uma pesquisa na internet sobre o que ocorreu nos dias que se seguem. Outra coisa também é que nem tudo o que esta neste livro abalou o mundo como traz no titulo, então estas datas não haverá post, assim como datas importantes para nós não consta neste livro. Segue-se abaixo uma data que a meu ver é mais por curiosidade que trago a vocês.

24 de janeiro de 1722 – Rússia: Criação da tabela de posição social

Pedro I da Rússia, alcunhado Pedro, O Grande

Pedro, O Grande tenta fazer a Rússia entrar na era da moderna sobrepondo-se ao sistema militar e introduzindo a meritocracia. O reinado de Pedro, O Grande se transformou em uma longa e desesperada tentativa de reformar a Rússia. Porém a introdução da Tabela de Posição Social em janeiro de 1722 talvez tenha sido sua cartada mais radical para acertar contas com a velha nobreza reacionária – os boiardos – e garantir que a futura ascensão nas forças armadas e no serviço público ocorresse por mérito, e não graças a privilégios herdados.

Influenciado por um grande tour na Europa Ocidental no inicio do reinado, Pedro resolveu criar uma nova marinha e modernizar o exercito. Ele inventou uma tabela de 14 níveis para todos os oficiais – cada qual com seu próprio uniforme – e decretou que todos os que alcançassem o oitavo nível – mesmo que filhos de servos – entrariam automaticamente para a nobreza hereditária.

Essa derradeira tentativa de modernizar a Rússia teve sucesso parcial. Seu feito a longo prazo foi criar uma nova classe de burocratas hereditários que impedia qualquer iniciativa dos escalões mais baixos da hierarquia, situação que perdurou ate Nicolau II abdicar em 1917. Pedro tinha orgulho dos seus feitos e teria dito no leito de morte: “Espero que Deus perdoe os meus muitos pecados pelo bem que tentei fazer ao meu povo.”Ele também construiu uma nova capital – São Petersburgo – para servir de janela para o Ocidente; Derrotou a Suécia e a Turquia, rivais da Rússia; reformou os governos locais e central; criou um senado e um gabinete; aboliu o uso da barba na aristocracia; e promoveu roupas e costumes ocidentais. Também emancipou as mulheres de uma vida segregada e incentivou sua participação nos eventos sociais. Durante o seu reinado importantes medidas são tomadas tais como a adoção do calendário juliano, a simplificação do cirílico e a reforma do sistema administrativo.

Pequena Biografia de Pedro.

Reinado: 7 de Maio de 1682 – 8 de Fevereiro de 1725

Coroação: 25 de Junho de 1682

Nascimento: 9 de Junho de 1672 Moscovo

Morte: 8 de Fevereiro de 1725

Sucesso: Catarina I

Rainha: Eudoxia Lopukhina

Casa Real: Romanov

Pai: Alexandre da Rússia Mãe: Nataliya Naryshkina

Desde cedo que Pedro se interessou pela vida militar. Quando ainda era criança e durante a sua permanência fora da corte, ele ter-se-ia entretido com casernas militares para crianças e exercícios militares a brincar, com crianças vestidas com uniformes. Os seus grandes conflitos militares foram principalmente a Grande Guerra do Norte com Carlos XII ,da Suécia e as batalhas contra os Otomanos.

Pedro, o Grande teve duas esposas de quem teve catorze filhos dos quais apenas três sobreviveram até à idade adulta. O seu filho mais velho e herdeiro, Aleksei, era suspeito de se envolver num golpe para destronar o Imperador. Aleksei foi julgado e confessou a sua culpa durante um questionário acompanhado de tortura conduzido por um secular da corte, acabando por ser acusado e condenado à morte. A sentença apenas podia ser realizada com a autorização assinada de Pedro e Aleksei morreu na prisão enquanto o seu pai hesitava tomar esta decisão, sua morte se deu devido os ferimentos e os sofrimentos causados durante as torturas. Pedro casou-se primeiro com Eudoxia Lopukhina em 1689, da união nasceram cinco filhos, mas apenas um chegou à idade adulta. Depois de se divorciar de Eudoxia, em 1698, casou-se em segredo, em 1707, com Marta Helena Skowrońska (futura Imperatriz Catarina I da Rússia). Juntos tiveram nove filhos, mas apenas duas chegaram à idade adulta.

Fonte: Livro: 1001 dias que abalaram o mundo e Wikipédia

Anúncios

Deixe um comentário, sugestão, critíca, elogio. Ou, simplesmente, um post que gostaria de ver nesta página! Obrigado pela atenção...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s