Revolta de uma estudante com os estudantes…

Certas coisas me revoltam, dentro de uma sala de aula. Não é porque eu e meus colegas somos estudantes de uma universidade, de renome, que devemos sair falando aos quatros ventos mal de pessoas que não tiveram a mesma oportunidade e também nós, alunos de graduação deveríamos ter respeito com os outros que querem tirar as suas duvidas com o PROFESSOR. Pois bem vamos aos fatos. Aula de sociologia, a professora  deixa claro que nós não devemos desprezar a sabedoria popular, porque nela encontramos fatos que nos iremos estudar, claro, brutamente, e nós graduandos vamos lapidar ela e aprimorar, o povo nunca esta errado, só tem uma visão diferente da nossa, mas que no fim teremos as mesmas respostas. Alunos todos quieto na sala de aula. Aula de antropologia: revolta quase que total dos alunos contra o povo. Pois bem, acho que os alunos de universidades federais não se tocam que estão estudando ‘’gratuitamente’’ devido ao papeleiro que cata, vende e compra algo, ao pedreiro que compra no super ou no boteco da esquina, a empregada domestica, ao dono de uma pequena loja, ao empresário, etc… Acho que poucos são os que sabem porque estão ali, por quem estão sendo mantidos ali. Muitos bixos metem o pau no povo, só fala dizer explicitamente que eles são burros, mas não são. Se fossem o eu eles estariam fazendo ali se eles também pertencem ao povo, se eles também são pessoas. Eles não são ets, ou será que são e estão disfarçados de pessoas??

Outra coisa que me revoltou, porque encheu o saco. Alunos, novatos que se acham donos do saber respondem a perguntas de colegas que são dirigidas ao professor. Se forem tão inteligentes tão sábios, os que estão fazendo na graduação? Não deveriam estar ali, no lugar do professor? Revolta-me ver uma pessoa tentando tirar a sua duvida com o professor e outro se interferir. Não foi uma, duas, três, vinte vezes, não. Foram em todas as aulas e sempre pela mesma pessoa. Não se toca que se é tão sabia, o que ta fazendo ali? A cena é sempre a mesma. Um colega X faz um PERGUNTA EXPLICITA AO PROFESSOR, ele abre a boca para falar e o colega Y  abre a boca e responde no lugar do professor, professor observa e não fala nada, baixa a cabeça e dá continuidade a matéria, colega X não entende e fica sem entender. Por que isso? Porque sempre tem um metido que responde. E errado em varias vezes. Eu uma pessoa que observa muito, vejo que isto causa desconforto entre quem tem duvida e quem vai responder. E muitas vezes a mesma pessoa que incorpora o espírito de professor é a mesma que mete pau no povo. Mal sabe ele que, ele só está ali devido ao povo que paga, em impostos, o estudo dele. Diz-me. Não é contraditório alguém que é pago pelo povo para estudar, e acaba desmoralizando o povo em frente aos professores e alunos? Diz-me, que tipo de professor está sendo formado? Diz-me, que tipo de pesquisador será esta pessoa? Uma pessoa contra o povo, contra o popular.

Pis bem, isso não é trabalho, é só uma critica de alguém que faz uma graduação onde dizem, pelo menos é um slogan, em que todos seres humanos são iguais, mas que no curso alguns alunos dizem o contrario. É certo alguém que se considera ‘’superior’’ a outro estar num curso assim? É certo alguém esnobar do povo tão sofrido, suprimido, sobrecarregado e sofredor? É certo alguém se achar superior ao seu colega? Acho que não. Se se acha superior, que vá dar aula e não fique em uma sala de aula aporrinhando o outro.